Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \09\UTC 2013

No final de 2012, a Fundação Lemann e o Itaú BBA lançaram o estudo Excelência com Equidade: as lições das escolas brasileiras que oferecem educação de qualidade a alunos de baixo nível socioeconômico. O estudo investiga as características comuns e as lições que podemos aprender com escolas que, mesmo em condições adversas, conseguem garantir o aprendizado de todos os alunos.

Para selecionar as escolas pesquisadas, em cada região do país, filtramos as que atendem alunos de mais baixo nível socioeconômico. Um segundo filtro foi aplicado para verificar, entre estas escolas, aquelas em que pelo menos 70% dos alunos fizeram a Prova Brasil, que tinham um Ideb maior ou igual a 6 e pelo menos 70% dos alunos no nível adequado de proficiência e no máximo 5% dos alunos no nível insuficiente, de acordo com a interpretação da escala Saeb utilizada por muitos especialistas. Finalmente, foi verificado se os resultados eram consistentes, ou seja, se o Ideb e os dados de aprendizado evoluíram de 2007 para 2009 e também de 2009 para 2011. Os cruzamentos resultaram em um grupo de 215 escolas, entre as quais seis foram escolhidas para o relatório qualitativo.

Matéria publicada hoje, dia 7, no jornal O Estado de S. Paulo, discute os achados da pesquisa. O estudo já está no site da Fundação Lemann e pode ser acessado aqui.

O estudo mostra que tão importante quanto as medidas e ações adotadas pela secretária e pelas escolas é a estratégia adotada para que essas políticas possam ter bons resultados. Em oito itens do trabalho são discutidos além de práticas as estratégias comuns das seis escolas visitadas.

Todas essas escolas conseguiram avanços significativos em quatro anos. Esse cenário indica caminhos para que, mesmo com as dificuldades, uma escola consiga que todos os alunos aprendam.

Ao longo do ano serão lançados vídeos e novos relatórios de pesquisa, como, por exemplo, um estudo quantitativo dos diferenciais das 215 escolas do Brasil que oferecem educação de qualidade a alunos de baixo nível socioeconômico de acordo com a pesquisa. Leiam o relatório e aguardem as novas análises!

*Publicado originalmente no blog da Fundação Lemann.

Read Full Post »